sexta-feira, 29 de junho de 2012

PROJETO DE LEITURA DE 1° AO 5º ANO


O Mundo encantado de Monteiro  Lobato: revivendo e recontando histórias

1.              Título

O Mundo encantado de Monteiro  Lobato: revivendo e recontando histórias

2. Delimitação


Tema: A obra de Monteiro Lobato nos convida a leitura.
3. Duração das atividades
30 dias com 50 minutos por dia


4. Justificativa

      O projeto de leitura delineia-se a partir de uma concepção de leitura, numa perspectiva interdisciplinar que considera o ato de ter um exercício de descoberta e atribuição de significados.
     Observa-se que as turmas, de um modo em geral, não têm hábito de leitura. Diante dessa realidade torna-se necessário formular um projeto e atividades de leituras que despertem nos alunos o interesse e o prazer pela leitura, pois a leitura tem grande importância para o desenvolvimento do indivíduo em seu contexto social, tendo como ponto de partida, as histórias infanto-juvenis autoria de Monteiro Lobato, visando, assim, despertar a curiosidade e o gosto do aluno pela leitura.

5.  Objetivo Geral.

     Despertar o gosto pela leitura, de forma com que cada estudante se conscientize da função e importância da leitura para seus estudos e o conhecimento.

5.1. Objetivos Específicos:
Espera-se que ao final das atividades os alunos sejam mais proficientes em:
·        Ler e debater textos
·        Escrever cartas
·        Preparar perguntas para entrevista
·        Escrever histórias coletivas
·        Fazer pesquisa biográfica sobre autores e personagens
·        Falar com fluência e boa altura de voz
·        Apresentar-se em público
    
      6. Referencial Teórico
           A leitura é um passaporte para a vida. É uma atividade permanente da condição humana, uma habilidade a ser adquirida desde cedo e treinada em suas várias formas.
Para Paulo Freire, “um acontecimento, um fato, um efeito, uma canção, um gesto, um poema, um livro se acham sempre envolvidos em densas tramas, tocados por múltiplas razões de ser”. Por esse motivo, um texto deve ser lido a partir de seu contexto, o que inclui um contexto ainda maior no qual interessa muito mais a compreensão do processo, em que a circunstância e como as coisas ocorrem, do que o produto final, o texto em si.
Ler é, sobretudo, um hábito de quem é estudante e daquele que aprendeu a ler. A leitura abre espaço para o entender, aprender e pensar.
      Segundo Cazden (1987 p. 169), leitura é um conjunto de processos paralelos em interação que atendem simultaneamente a níveis diferentes da estrutura do texto é também um processo construtivo. Diz ainda que a mente dos leitores não é uma tabula rasa na qual o significado das palavras e orações são passivamente registrados.
     Para Zilberman, p.75, 1998:  Enquanto prática, a leitura associa-se desde seu aparecimento à difusão da escrita, à fixação do texto na matéria livro (ou numa forma similar a essa), à alfabetização do indivíduo, de preferência na fase infantil ou juvenil de sua vida, é a adoção de um comportamento mais pessoal e menos dependente dos valores tradicionais e coletivos, veiculados por meio oral através da religião e dos mitos.

7. Cronograma de Atividades
Atividade Proposta
Datas – MAIO E JUNHO
15/05
16/05
17/05
18/05
21/05
22/05
25/05
28/05
30/05
04/06
06/06
08/06
11/06
14/06
19/06
Abertura do projeto
X














Exibição do Episódio do Sítio do Pica pau Amarelo
X














Leitura de um trecho do livro Reinações de Narizinho : “Narizinho arrebitado”

X













Preenchimento de uma ficha com nome do autor, ilustrador, editora e avaliação do livro.


X












Leitura Dramatizada do capitulo livro Reinações de Narizinho: No palácio p.06 a 08



X











Aula e Pesquisa sobre o uso das cartas e algumas regras para a sua escrita.




X










Escrita de uma carta para a Emília





X









Desenho dos personagens do Sítio do Pica pau Amarelo






X








Preenchimento de um envelope ( Remetente: próprio aluno – Destinatário: Emília[1]







x







Elaboração de um varal com as cartas e desenhos produzidas.








x






Elaboração de um mural com as biografias de Monteiro Lobato ilustrado e pesquisado pelas crianças.









x








Montagem de histórias coletivas onde as personagens principais sejam da turma do Sítio do Picapau Amarelo ilustradas feita em cartolina ou papel madeira.












x




Montagem de uma apresentação com a história de cada personagem do Sítio.











x

x

Construção de mascaras dos personagens do Sítio












x


Culminância do Projeto















x


8. Metodologia

A metodologia utilizada será participativa e seguirá as ações propostas no cronograma de atividades.

9.  Recursos a serem utilizados

Didáticos: —
Cartazes
Mural
Carlolina
EVA
TNT
Cola
Bastões de cola quente
DVD
Livros Infantis
Obra  de Monteiro Lobato
A menina do narizinho arrebitado
 Fábulas de Narizinho
 Narizinho arrebitado
O Saci
O marquês de Rabicó
Fábulas

Humanos: — Professor – Alunos

10. Formas de Avaliação

A avaliação será contínua e formativa uma vez que os alunos farão reescritas de suas produções, com a intenção de aprimorá-las. Também, será avaliada a participação e o interesse dos mesmos pelas atividades.

11. Referências

ABUD, Maria José Milharez. O Ensino de Leitura, Editora Saraiva: 1999.
ALVES, Rubens – Revista Nova Escola- maio de 2002.
BALINKY, Tatiana, Pedagoga. Revista Nova Escola, nov. de 1998.
BARBOSA, José Juvêncio, Alfabetização e Leitura, Editora Cortez4ª Edição, 1997, p.p. 27;29;31


[1]  Sugestão de Endereço
Boneca Emilia
Sitio do Pica pau Amarelo  S/N
Cidade : Encantos de Monteiro Lobato
Estado da Fantasia
CEP: 99 373- 000

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário